quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Diga-me quem linkas que te direi quem és


Uma das coisas mais malas da blogosfera é o sistema de comércio de comentários e links. Quem nunca leu um pedido de comentário ("passa lá no meu blog e comenta") que atire a primeira pedra. Isso vem lá dos primórdios, desde o tempo que os brasileiros descobriram os blogs.

Nunca, nunca aceitei este tipo de convite. Sério, acredito que um comentário deve ser algo relevante. Nada de "oi, adorei seu post", seguido do devido pedido de troca da gentileza.

Acho que por nunca ter feito isso e por só comentar em meia dúzia de blogs que temos tão poucos comentários aqui no Blog do Curitibocas. Na moral, melhor assim.

Logo que comecei a usar a internet, entrei em listas de discussão por e-mail. Com a evolução da coisa comecei a freqüentar fóruns. Pior: fóruns de games. Até hoje, volta e meia, entra na Hangar.

A competitividade do mundo dos games é transposta nas postagens em fóruns. Quem posta coisa inútil ou já conhecida, é censurado pelos flame, réplicas das mais pesadas para denegrir o tal usuário.

Gosto deste sistema auto-regulamentador. Se deixar a coisa correr de qualquer jeito, vira zona. Vide 95% das comunidades do Orkut.

Noto que esses choramingos por comentário diminuíram. Talvez tenha sido eu que deixei de freqüentar blogs e flogs ruins. Ou blogueiros e flogueiros ruins tenham deixado de criar, não sei ao certo.

Mas o maldito choramingo evoluiu. Agora é troca-troca de links.

Links servem para melhor posicionar seus sites nos sistemas de busca. Conhecido no meio pro-bloguer como SEO (não entendeu? Tem repescagem no final =P ).

Mesma coisa que acontecia com os comentários evoluiu. Com uma inegável diferença: há um objetivo prático, utilitário. Alguns espertinhos relacionaram uma coisa com a outra. "Os X que mais comentam ganham um link por Y dias". Para mim isso é um pedido de flood - jargão de fórum que definem os posts vazios de conteúdo, só para ganhar um comentário mais.

O ponto que discordo do comércio de links é o seguinte: blogueiro que escreve algo assina embaixo de tudo. Se os blogs estão ali, quer dizer que eu aprovo, confio e gosto. Na real, não é isso que acontece.

Nem aqui.

Todos os blog da seção "Sítios que apóiam Curitibocas" tem link para o nosso. Todos eu assino o feed. Mas outros que eu gosto não estão ali.

Resolução e conclusão da ladainha: gradativamente - e de acordo com o tempo que me sobrar - colocarei outros sítios que eu considero de boa qualidade. Assim, de graça mesmo. Sem pedir nada em troca.

Na verdade é um incentivo a eles. Uma espécie de "siga em frente". Darei minha pequena contribuição para que estejam mais bem posicionados no Google e - quem sabe - ganhem mais dinheiro, prestígio ou seja lá o que buscam com seus blogs. Repito: pequena (ou ínfima) contribuição, mas, mesmo assim, algo.

Daqui a alguns dias, então, abrirei minha caixa de feeds para vocês. Mas isso outra hora. Não estou nem com tempo de revisar posts. Este deve estar cheio de erros, mas como estou há muito tempo sem vir aqui, baixei esta nova legislação.


Repescagem: SEO (Search Engine Optimizers)
Todo mecanismo de busca na internet (Google, Yahoo!, Ask.com, etc.) tem um critério para exibir os sites. Os que eles pensam serem mais relevantes são exibidos a frente.

Geralmente, um dos critérios de relevância é o fato de um sítio ter muitos links apontando para ele. Quanto mais sítios apontam, maior sua relevância. Existem outros critérios e maneiras de otimizar seu site. Os interessados no tema que busquem no Google. Um bom site sobre SEO TEM O DEVER de estar entre os primeiros lugares.

Um comentário:

daisy carvalho disse...

tem razão Varella, mas por exemplo, para quem está começando acho válido fazer umas "amizades" desde que sejam boas.
Bom, eu venho aqui porque gosto dos toques e quando vc e Ceci vão ao meu, posso garantir que é um prazer imenso pela admiração que tenho pelo casal. Esse é um bom exemplo de boa troca hehe :P
beijos nos dois!

ps - Final de semana estarei com André, falaremos sobre vosso projeto ;)